Copa Brasil de Vela de Praia reúne mais de 150 velejadores em Arraial do Cabo (RJ)

Copa Brasil de Vela de Praia reúne mais de 150 velejadores em Arraial do Cabo (RJ)

Escrito em 16/05/2022


A inédita etapa de Arraial do Cabo (RJ) da Copa Brasil de Vela de Praia chegou ao fim neste domingo (15) na cidade da região dos lagos do estado do Rio de Janeiro.

A competição contou com mais de 150 velejadores de nove estados diferentes. A competição realizou regatas para as classes Ilca 6, Ilca 7, Snipe e Hobie Cat 14 e 16, Dingue, Optimist, IqFoil e WingFoil. 

A competição valeu como avaliação para definir a Seleção Brasileira de Vela Jovem nos XII Jogos Sul-Americanos de Assunção 2022, que serão realizados em outubro deste ano. As categorias Snipe (misto) e Ilca 6 e 7 estarão nesta edição dos Jogos Sul-Americanos. 

A competição foi organizada pela Confederação Brasileira de Vela e teve apoio da Prefeitura de Arraial do Cabo e as suas Secretarias de Governo, Eventos, Esporte e Lazer, Turismo, Ambiente e Saneamento, Fundação do Meio Ambiente e Associação de Meios de Hospedagem de Arraial do Cabo (AMHAR).

“Sucesso total, os velejadores adoraram, é uma raia nova, contamos com a estrutura desse novo lugar. Recebemos muito apoio da Prefeitura e da comunidade, é o clima que a gente quer. Temos show todo dia, show para os velejadores, show para a cidade, estamos unindo a comunidade com o esporte, é o primeiro de muitos que vem por aí, assim eu espero”. 

“O Brasil tem uma costa maravilhosa, a gente quer cada vez mais se aproximar das Prefeituras porque elas que são donas dos espaços, temos praias maravilhosas no Brasil inteiro. Vamos mostrar que o Brasil é o melhor lugar do mundo para velejar”, comentou Marco Aurélio de Sá Ribeiro, presidente da CBVela.

Foram premiados, dependendo da classe, os atletas por categoria, gênero (feminina, masculina ou mista), sub-23, Master, estreantes (caso da Optimist) e geral.

Das categorias presentes no Sul-Americano, no Snipe misto a dupla vencedora geral foi Nick Grael e Alice Brandão. No ILCA 6 o campeão geral foi Erick Carpes e no Ilca 7, o vencedor geral foi Felipe Fraquelli, ambos com 16 pontos perdidos. 

“Embora todo velejador seja importante para a CBVela, evidente que é no jovem que a gente repousa nossa esperança de renovação, de continuidade no esporte, é necessário que a Confederação faça um trabalho diferenciado com a Vela Jovem, não que a gente não vá atender os demais velejadores, mas é na vela jovem que se projeta os futuros campeões, é preciso estar sempre de olho. A gente que dar muita oportunidade, observar de perto, tínhamos aqui dois técnicos para observar os jovens de perto”, completou o presidente da CBVela.

Na cerimônia de premiação estavam presentes o prefeito da cidade, Marcelo Magno, o Secretário de Turismo, Marcos Simas, e o presidente da CBVela, Marco Aurélio de Sá Ribeiro. A cerimônia foi realizada no espaço montado na Praia dos Anjos, na região central da cidade. 

“Receber a competição de vela foi um prazer, o município adorou, todos nós estamos adorando, um evento desse porte, eu acredito que seja um dos vários que iremos realizar todos os anos. A possibilidade do Pan-Americano, podemos pensar nisso também, Arraial do Cabo está de braços abertos para isso”, disse o prefeito Marcelo Magno. 

Participação feminina

No Snipe, Michelle Chevrand e Milla Pegorin, a única dupla feminina da competição, incentivaram cada vez a participação das mulheres na classe, uma das mais disputadas do evento.

“Eu sempre sonhei em correr a regata em Arraial do Cabo, porque eu gosto muito do mar daqui, por conta da água clara, da cor verde. Então velejamos olhando para o que conseguimos ver de natureza ou animais, sempre foi um desejo, uma vontade a gente estar aqui, correndo com snipe, sendo a única dupla feminina da competição”. 

“A gente vai fazer de tudo para que a vela feminina cresça. A ideia é trazer outras meninas, outras mulheres para participar do Snipe, quando eu comecei eu era proeira de um homem, e eu via que havia poucas meninas, e a maioria delas era na proa, por isso eu decidi virar timoneira, e aí a Mila, que é um pouco mais nova que eu no Snipe criamos essa dupla, com a intenção mesmo de trazer mais meninas, mais mulheres”, concluiu Michelle Chevrand. 

Parcerias – Muito Bons Ventos 

A MuitoBonsVentos (www.muitobonsventos.com.br) é parceira da CBVela nesta etapa da Copa Brasil de Vela de Praia em Arraial do Cabo (RJ). O coordenador do projeto esteve presente no evento e comentou sobre seu aplicativo, que mede os ventos em tempo real. 

“A MuitoBonsVentos monitora o vento em tempo real, a gente fornece essa informação através de uma interface gráfica dentro do nosso aplicativo, chamado Muito Bons Ventos. Estamos muito orgulhosos da nossa parceria com a CBVELA, a ideia é colocar em todas as raias do Brasil, parece pretensioso mas dá para fazer, a gente conta com o apoio de toda a comunidade da vela”, disse Edmar Moraes.  

O crescimento do WingFoil e IQFoil 

Duas classes que crescem no Brasil e no mundo são o WingFoil e o IQFoil, este último é uma das novidades para as Olimpíadas de Paris 2024 e com cada vez mais adeptos no mundo.

Ricardo Winicki, mais conhecido como Bimba, esteve presente no evento correndo pela classe WingFoil. O quatro vezes campeão Pan-Americano e velejador olímpico está na nova classe e é um dos precursores da modalidade.

“Eu moro em Búzios faz 20 anos e por incrível que pareça eu nunca velejei aqui em Arraial. A maior dificuldade do Windsurf com certeza é a parte física, principalmente porque as Olimpíadas que eu participei não tinha o hydrofoil, é uma novidade que está revolucionando a náutica e a vela, você tira todo o atrito do barco com a água”.

“É a mesma teoria da aula de Windsurf, só que não tem o mastro e nenhum acessório, para você ter uma ideia, uma vela olímpica sem nada já pesa 7 kg e um Wing pesa 1,5 Kg. Com o vento, ele fica muito solto na sua mão, o esporte é mais fácil de aprender, parece um bixo de 7 cabeças, mas em geral os alunos aprendem com umas 5 ou 6 aulas. É um esporte que está revolucionando o mundo”, disse Ricardo Bimba Winicki.

Na competição se inscreveram oito atletas da modalidade. O vencedor foi o próprio Bimba, com dois pontos perdidos. No IQFoil, Guilherme Plentz do Clube dos Jangadeiros do Rio Grande do Sul foi o campeão geral. 

Resultados da competição 

Os ventos de Arraial mostraram sua força neste domingo (15). Com ventos fortes de até 22 nós,  as regatas realizadas no dia tiveram alguns barcos desistentes mas boas brigas na água.

“Tivemos aqui o último dia em Arraial do Cabo na Copa Brasil de Praia, vento excelente, vento nordeste e leste, de 16 a 22 nós, ondas, mar típico daqui da região dos lagos. Realizamos bastante regatas hoje, 3 regatas do ILCA 6, 2 regatas do ILCA 7 e Snipe, uma do dinge, duas do hobie cat 16, duas da prancha e duas do Wind. Um dia realmente fantástico, condições típicas de arraial do cabo, fechando com chave de ouro esse evento”. 

“A CBVela e Prefeitura de Arraial estão de parabéns, um super evento! Aguardamos, todos, o próximo ano! E dar os parabéns aos campeões, tivemos ventos fracos e fortes, além das ondas. Quem sai daqui campeão hoje demonstra que é um velejador completo”, disse Walter Böddener, gerente de eventos da CBVela.

Na Hobie Cat 16, a dupla Geisa e Felipe Frey com 11 pontos conquistaram o campeonato geral. No Hobie Cat, Adam Mayerle do ICSC, foi o campeão geral com 13 pontos perdidos.

“Hoje foi um dia de muito vento, é muito bacana, tem que prestar bastante atenção, não pode vacilar nem 1 minuto. Foi um dia muito acirrado, todo mundo muito concentrado para conseguir fazer uma boa corrida. Arraial é uma cidade linda, passeamos várias noites, as praias são lindas, um povo muito acolhedor, espero voltar aqui mais vezes”, disse Ana Paula Dias, dupla com Cláudio Teixeira na Hobie Cat 16, que terminaram na segunda colocação no provisório.

Também no geral, Sofia Toledo e Luiz Correia com 5 pontos perdidos foram os campeões da classe Dingue.  A premiação foi realizada na área montada na Praia dos Anjos, região central da cidade. 

Felipe Fraquelli de 17 anos venceu as duas regatas do dia da classe Ilca 7, e ultrapassou Mathias Reimer no ranking geral da classe. Importante competição para a definição da Seleção para os Jogos Sul-Americanos, com o resultado Felipe fica perto da convocação. 

“Hoje foi um dia com bastante vento, vento nordeste, além de muita ondas. Foi um dia muito bom, eu comecei empatado, mas acabei ganhando duas regatas do Mathias, vencer o campeonato é muito bom. Agora o próximo passo é treinar bastante e ganhar cada vez mais”, disse Felipe.

No ILCA 6, a vitória ficou com Erick Carpes com 16 pontos perdidos, Gabriela Kidd ficou em segundo com 47 pontos perdidos. 

“Foi muito legal, tivemos boas condições de vento, o nível é alto dos competidores, é um ótimo treino para o Mundial que eu vou participar, que tenha mais competições como essa. Minha confiança aumentou um pouquinho para disputar o Mundial, ainda não sei como vai ser o nível lá fora, vamos treinar bastante para chegar bem preparado”, disse Erick. 

Os favoritos, Nick Grael e Alice Brandão venceram a classe snipe no geral, com 21 pontos perdidos. “Foi muito legal correr em Arraial do Cabo, um lugar novo e diferente que nunca tinha vindo. Tivemos um dia sem vento, mas depois dois dias com muito vento e até ondas que fizeram regatas muito boas de competir! Estou feliz de garantir o título da classe e também ver todo mundo em um bom nível!”, contou Nick Grael. 

As áreas de competição foram realizadas na Enseada de Arraial do Cabo entre a Praia dos Anjos, Ilha do Farol e a Ilha dos Porcos. Os percursos foram no formato barla-sota, trapezoidal, slalom ou triangular conforme descrito nas instruções de regatas a critério da Comissão de Regata.

Sobre a CBVela

A Confederação Brasileira de Vela – CBVela é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: oito. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flávio Perez e Katarine Monteiro 

flavio@onboardsports.net

+55 11 99949-8035

www.onboardsports.net

Foto: Gabriel Heusi | CBVela