Martine Grael e Kahena Kunze vencem na categoria Vela do Prêmio Brasil Olímpico

Martine Grael e Kahena Kunze vencem na categoria Vela do Prêmio Brasil Olímpico

Written on 12/03/2019


Campeãs da temporada 2017 da Copa do Mundo com 100% de aproveitamento e vice-campeãs mundiais da classe 49er FX, Martine Grael e Kahena Kunze foram eleitas mais uma vez as vencedoras da categoria vela no Prêmio Brasil Olímpico 2017. O anúncio oficial foi feito nesta quinta-feira, dia 22, pelo Comitê Olímpico do Brasil. A cerimônia de premiação está marcada para o próximo dia 28 de março, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro.
 

Este é o quarto ano consecutivo em que a dupla campeã olímpica dos Jogos Rio 2016 é escolhida como principal destaque da vela no maior prêmio do esporte olímpico do país: 2014, 2015, 2016 e 2017. De quebra, em 2014 Martine e Kahena conquistaram também o prêmio de melhores atletas do ano no Brasil, categoria feminino.
 

A dupla brasileira teve um desempenho brilhante na temporada 2017. Conquistou de forma incontestável a Copa do Mundo da World Sailing, com três ouros nas três etapas disputadas: Miami, nos Estados Unidos; Hyères, na França; e Santander, na Espanha. Elas também ganharam a medalha de prata no Mundial disputado na cidade do Porto (Portugal), em agosto. Para completar, Martine tornou-se a primeira velejadora do Brasil a participar da Regata de Volta ao Mundo (Volvo Ocean Race), que começou em outubro e fará uma parada no Brasil no próximo mês de abril.

 

A CBVela é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico do Brasil (COB). Tem o Bradesco como patrocinador oficial, o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador oficial da Vela Jovem, e a Kailash como fornecedora de material esportivo. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: sete. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 18 medalhas em Jogos Olímpicos.

Foto: Jesùs Renedo | Magic Marine